14 de dezembro de 2014

Meu bem | Poema




O texto da semana passada fez seu estrago e fez gente por ai chorar, até de monstro fui chamado por um amigo da faculdade, se isso foi um elogio eu não sei, mas o feedback dos leitores foi muito bom.

Depois de toda a melancolia, vamos deixar esse blog um pouco mais leve?

Publico hoje um poema que escrevi em 23 de julho deste ano ouvindo incansavelmente a música “Love never felt so good” de Michael Jackson com participação de Justin Timberlake. 

(Muito esquisito não postar coisas tristes)


MEU BEM




Meu bem, eu tenho pensado muito em você
Hoje até te procurei em minha cama
E reconheço que estou gostando disso.

As pessoas dizem que nossos olhos brilham
Que temos química e uma sintonia
E sinto que posso voar ao seu lado
E me sinto mais que especial.

Meu bem, que tal a gente dar mais esse passo?
Posso não ser perfeito, não há defeito meu que você não conheça
E é de cara limpa que limpa que eu digo.

Meu bem, todo mundo diz que a gente combina tanto
Será que você sente isso que sinto
quando estamos juntos?
Vamos pegar a estrada e sumir por uns tempos
Experimentar mais disso
Porque o nosso tempo é curto
E quero que você seja
Meu bem.

(Escrito em 23 de julho de 2014)





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Poesias no Espelho

Postagem em destaque

A grandiosidade de se sentir pequeno | Crônica | Cara do Espelho

Vou me pendurar no lustre, no lustre Vou viver como se não houvesse amanhã (Sia – Chandelier) Você já olhou para o céu numa...